top of page
  • Foto do escritorVictor Borges

20 TIPOS DE BANCADAS PARA A SUA CASA NOVA

Atualizado: 8 de mar. de 2022

Parte 01 de 02

Por IBV Arquitetura - Atualizado em 07 de março de 2022


Em nosso primeiro artigo para o blog da IBV Arquitetura abordaremos um tema comum em reformas e construções e te ajudaremos a escolher a melhor opção de material para sua bancada, seja para cozinha, banheiro, área de serviço ou espaço gourmet.


Bancadas são elementos fixos que costumam atuar como protagonistas nas áreas molhadas da casa. Acertar no seu desenho e na escolha do material é fundamental para ter um ambiente bonito e funcional.


As possibilidades são infinitas e a escolha pode envolver múltiplos fatores como preço, resistência, necessidade de manutenção, possibilidade de personalização e disponibilidade de mão-de-obra local para execução do projeto.


Antes de escolher o material da bancada, é importante conhecer o espaço onde ela será instalada, a intenção estética desejada para o ambiente, a disponibilidade orçamentária da obra, a rotina de uso do espaço e os acessórios que deverão ser instalados diretamente na peça. Algumas decisões envolvem a altura ideal para cada atividade - por exemplo: cozinhar, comer, escovar os dentes e passar roupa - a presença ou ausência de testeiras, áreas molhadas e frontão, bem como a interação da peça com armários planejados, sóculos e outros elementos envolvidos no projeto.


No artigo de hoje trataremos exclusivamente dos materiais. Clicando nas hashtags ao final do artigo você também poderá acessar publicações relacionadas ao assunto. Caso não encontre o que procura, você também pode tirar dúvidas e nos enviar sugestões de temas através da aba de comentários.


Sempre que possível, consulte um profissional capacitado para te orientar em decisões de projeto.


1. BANCADAS EM GRANITO


Bancada de cozinha em ilha em granito Aracruz com acabamento polido
Bancada de cozinha em Granito Preto São Gabriel com acabamento escovado · Foto: Alain Brugier

Você provavelmente está muito familiarizado(a) com bancadas em granito. Populares no mundo inteiro e utilizadas desde o Egito Antigo, as pedras pintadinhas são famosas pela alta resistência (dureza e baixa porosidade), durabilidade, custo acessível e ampla oferta de mão-de-obra especializada. Elas não riscam, são fáceis de limpar e podem ser aplicadas também em áreas externas.


A variedade é enorme. Existem granitos brancos, pretos, cinzas e coloridos. Os desenhos variam conforme o tamanho e a organização dos grãos que podem formar veios, manchas ou um padrão mais homogêneo. Apesar de sua alta popularidade e fama econômica, existem alguns tipos exóticos e dependendo da escolha, o granito pode se tornar um artigo de luxo na sua casa.


FICHA RESUMIDA

Vantagens: Resistência; Durabilidade; Oferta de mão-de-obra; Variedade de tons e cores; Preço acessível (dependendo do tipo escolhido).


Desvantagens: Não possui padronagens lisas (todos são granulados); Comum até demais (dependendo do tipo e do acabamento escolhido).


Tipos, possibilidades de personalização e cores: Pedras granuladas em tons brancos, pretos, cinzas, marrons, verdes, amarelos, azuis e vermelhos. Podem ter grânulos maiores ou menores, apresentar padrões homogêneos ou disformes, bem como formação de veios ou manchas. O acabamento pode ser bruto, polido, escovado, flameado, levigado, jateado ou apicoado.


Lugares mais indicados para usar: Cozinhas; Banheiros; Áreas de serviço; Espaços Gourmet; Oficinas.


Preço: No Brasil, algumas das opções mais em conta são os cinzas Andorinha, Corumbazinho, Ocre Itabira, Castelo, Mundo Novo. Opções exóticas como Red Dragon, Azul Bahia ou Apache podem ter valores elevados.


Execução: Marmorarias.


Dica do arquiteto: Para sair do comum, explore opções de acabamento que vão além do granito polido. O acabamento escovado deixa o granito com um tom acetinado, opção interessante para quem está utilizando revestimentos foscos ou acetinados.


2. BANCADAS EM MÁRMORE


Bancada de lavatório com cuba esculpida em mármore travertino
Bancada de lavatório com cuba esculpida em mármore travertino

O mármore também não fica para trás em questão de popularidade, assim como o granito, é uma pedra natural com grande variedade de tons e padrões. Apesar de ser considerado, na média, mais caro que o granito, seu valor também varia muito e dependerá do tipo escolhido e principalmente se é importado (mais caro) ou nacional (mais barato).


Sua principal diferença em relação ao granito é seu aspecto mais homogêneo, sem as características pintinhas do granito. Em alguns tipos aparenta ser quase completamente liso, mas também pode apresentar veios uniformes ou manchas. Sua principal desvantagem é ser muito poroso, permitindo a absorção de líquidos e manchando com muita facilidade. Por essa razão é contra-indicado para bancadas de cozinhas onde é realizada a manipulação de molhos, gordura, café, vinho e outras substâncias nocivas à pedra.


FICHA RESUMIDA

Vantagens: Sofisticação clássica; Preço mais acessível quando comparado ao Quartzo (dependendo do tipo escolhido); Grande variedade de padrões e cores.


Desvantagens: Por ser uma pedra porosa mancha com facilidade; Preço mais elevado quando comparado ao granito; Menos resistente e durável que o granito


Tipos, possibilidades de personalização e cores: Praticamente infinitos. Existem mármores brancos, pretos, marrons, beges, azuis, roxos, verdes, vermelhos, amarelos e até translúcidos (onix). Podem ser quase lisos, muito homogêneos ou coloridos, cheios de veios e manchas. Assim como o granito, seu acabamento pode ser bruto, polido, escovado, flameado, levigado, jateado ou apicoado.


Lugares mais indicados para usar: Banheiros; Áreas secas.


Preço: Comparado a outras pedras naturais, tem valor mais elevado. As opções mais cobiçadas são os importados, consequentemente mais caros. Dentre eles: Branco Carrara, Nero, Calacatta Oro, Travertino e Piguês. Opções nacionais como o Carrarinha, Bege Bahia, Branco Moura, Branco Souza e Paraná são comercializados no Brasil a preços mais acessíveis.


Execução: Marmorarias.


Dica do arquiteto: Se você mora sozinho(a) ou com pessoas comportadas, não realiza grandes aventuras culinárias, é cuidadoso(a) e sonha com uma bancada de mármore na sua cozinha, não se deixe levar pelas perspectivas negativas. Apenas certifique-se de realizar o processo de impermeabilização uma vez ao ano após a instalação da pedra. A impermeabilização garantirá a conservação e aumentará a vida útil da sua bancada.


3. BANCADAS EM LIMESTONE


Bancada, piso e paredes de banheiro em Limestone

A pedra de estrutura calcária vem sendo cada vez mais utilizada na arquitetura e no design de interiores por conta do seu visual homogêneo. Se apresenta em tons neutros e pastéis, com variações em bege, cinza e azulado. Sua porosidade elevada, no entanto, superior ao mármore, torna a aplicação da pedra problemática em bancadas. Mesmo impermeabilizado, o material pode absorver líquidos e manchar. Por este motivo seu uso deve ser bem avaliado e, se possível, restrito a áreas secas ou de uso casual como lavabos.


O valor, assim como outras pedras naturais, varia em função do tipo escolhido sendo os nacionais mais baratos e os importados mais caros. De forma geral, como referência, considere que o valor da bancada em Limestone deverá se situar aproximadamente entre o valor de uma bancada em granito e o valor de uma bancada em mármore.


FICHA RESUMIDA

Vantagens: Cores neutras e suaves; Padrões homogêneos; Sofisticação clássica; Valor intermediário


Desvantagens: Muito propensa a manchas e infiltrações; Propensa a riscos.


Tipos, possibilidades de personalização e cores: As cores são neutras em sua grande maioria. Variam entre tons de bege, cinza claros, escuros e tons de cinza levemente azulados. O acabamento escolhido pode ser bruto, polido, levigado, flameado, jateado, escovado ou apicoado.


Lugares mais indicados para usar: Ambientes secos; Lavabos.


Preço: Mediano. Normalmente entre o granito e o mármore.


Execução: Marmorarias especializadas (difícil encontrar).


Dica do arquiteto: Você pode encontrar visual parecido e resistência maior em porcelanatos, mármores ou, dependendo de quanto está disposto a investir, quartzos sintéticos. Caso tenha se encantado com a pedra, opte por utiliza-la como revestimento de piso ou parede, de preferencia em áreas secas e nobres da sua casa (salas, escadas e halls de entrada por exemplo).


4. BANCADAS EM PEDRA-SABÃO (ESTEATITA)



Bancada e cuba de cozinha em pedra sabão

A pedra sabão, ou esteatita, é uma pedra natural, nacional, extremamente densa e resistente ao calor, ao ponto de ser indicada para utilização em laboratórios de química. Apesar de ser relativamente macia, o que lhe torna mais propensa a riscos e quebras, ela é impenetrável. Ao contrário do mármore, despensa impermeabilização e exige pouquíssima manutenção.


Sua maciez permite ser trabalhada com mais facilidade, permitindo por exemplo, que a cuba seja esculpida diretamente na bancada, sem emendas. Sua resistência aliada ao seu potencial plástico, lhe permite ser empregada em esculturas e monumentos como, por exemplo, o corpo do Cristo Redentor no Rio de Janeiro, RJ. Riscos ocasionais na pedra também podem ser facilmente reparados lixando a superfície.


Sua maior desvantagem está relacionada às limitações estéticas. De aspecto normalmente bege (amarelado) ou acinzentado, a pedra possui poucas variações de tons, variando do claro ao escuro e uma aparência rústica marcante que pode não agradar a todos.


FICHA RESUMIDA

Vantagens: Naturalmente impermeável; Resistente ao calor; Pouca necessidade de manutenção; Sua maciez permite a realização de trabalhos ornamentais diretamente na pedra.


Desvantagens: Sua maciez a torna mais propensa a riscos e quebras; Limitação estética; Demanda mão-de-obra mais especializada.


Tipos, possibilidades de personalização e cores: Bege ou cinza com variações de tons verdes e azuis. Pode ser bege (amarelada), cinza e clara ou mais escura (quase preta) e apresentando veios esbranquiçados.


Lugares mais indicados para usar: Cozinha (sempre mantendo o cuidado com relação a riscos e quebras); Espaços gourmets; Áreas de serviço; Ateliês de arte; Banheiros.


Preço: Mediano. Normalmente entre o granito e o mármore.


Execução: Marmorarias especializadas (difícil encontrar).


Dica do arquiteto: Apesar da pedra estar muito relacionada ao interior mineiro e à rusticidade do campo, não se prenda à interpretação clichê do material. Elementos de natureza rústica como a pedra sabão podem ser aplicados em ambientes modernos e contemporâneos sem prejuízo ao espaço, muito pelo contrário. Se você está disposto a gastar um pouco mais, o emprego do material em substituição aos famosos granitos cinzas por exemplo pode valorizar o espaço e trazer ao ambiente personalidade.


5. BANCADAS EM ARDÓSIA


Bancada de cozinha em ardósia
Bancada de cozinha em ardósia

Com durabilidade e resistência situadas entre o mármore e o granito, a ardósia é uma pedra que divide corações na arquitetura e no design de interiores. Abundante no Brasil, é a pedra natural mais barata encontrada no mercado nacional. Popular nas décadas 1980 e 1990, a ardósia era comumente aplicada em bancadas, pisos e paredes até que caiu em desuso e ganhou certo ar antiquado nos anos 2000 e 2010.


Atualmente, a pedra tem ganhado reinterpretações e já é destaque em mostras de arquitetura e design com leituras e aplicações bem contemporâneas. O material se destaca pelo preço baixo, alta resistência, versatilidade de aplicações e visual neutro; uniforme. Característica difícil de ser encontrada em pedras naturais e muito em voga ultimamente (década de 2020).


Como todo material, ela também tem desvantagens. Tal como a pedra sabão, sua variedade de tons é limitada (pode ser encontrada nos tons cinza, preto, vinho, verde ou bege) e é uma pedra que risca com facilidade. Sua manutenção diária, apesar de simples deve ser cuidadosa, evitando produtos químicos fortes e contato com abrasivos.


FICHA RESUMIDA

Vantagens: Preço acessível; Facilmente encontrada; Resistência; Visual neutro e uniforme (sem manchas, veios ou padrões).


Desvantagens: Propensa a riscos; Limitação estética.


Tipos, possibilidades de personalização e cores: Disponível nos tons Cinza; Preto; Ferrugem; Vinho; Verde; Bege. O acabamento pode ser bruto, polido ou escovado (acetinado).


Lugares mais indicados para usar: Cozinha (sempre mantendo o cuidado com relação a riscos e quebras); Espaços gourmets; Áreas de serviço; Banheiros.


Preço: Muito acessível.


Execução: Marmorarias


Dica do arquiteto: Quem define se a ardósia terá um aspecto ultrapassado ou contemporâneo é, principalmente, o seu entorno. Foque no projeto de marcenaria e nos revestimentos ao redor do ambiente onde a bancada será instalada para dar o toque moderno que você desenha. Se o objetivo não é trazer um gostinho dos anos 1980 para a sua casa, corra das quinas abauladas, desenhos de tampos curvos, bases em tijolinho aparente ou armários com puxadores em arco. Elementos comuns que compunham as bancadas em ardósia de outrora.


6. BANCADAS EM QUARTZO SINTÉTICO


Bancada em Quartzo Sintético Cosentino Silestone na cor Posidonia Green
Bancada em Quartzo Sintético Cosentino Silestone na cor Posidonia Green

O quartzo sintético é um material artificial, também conhecido pelo nome das fabricantes (Silestone, Techinostone, Marmoglass, dentre outros), composto por quartzo moído (93%) e resina de poliéster (7%). Por ser um material fabricado, as possibilidades de cores, padrões e texturas são infinitas.


A dureza do material aliada à baixíssima porosidade é um de seus pontos fortes. Mais duro que o granito, o quartzo sintético não risca e não mancha. No entanto, por ter resina em sua composição, sua resistência ao calor deixa a desejar e recomenda-se cuidado ao apoiar panelas quentes sobre o material.


Uma de suas grandes vantagens é oferecer como possibilidade um visual completamente homogêneo, liso e sem manchas. Há ainda a possibilidade de reproduzir o visual de outros materiais como por exemplo o granito, o granilite e o mármore controlando a tonalidade e o desenho exato que se deseja obter com relação aos veios, granulos e padrões, algo impensável quando o assunto são pedras naturais.


O material também permite recomposição, ou seja, em caso de deterioração de parte da bancada é possível retirar a fração comprometida e substituí-la sem comprometimentos estéticos ou funcionais.


Além da baixa resistência ao calor, a maior desvantagem do quartzo sintético ainda é o preço. O valor do metro quadrado costuma ser muito superior às pedras naturais citadas neste artigo (granito, mármore, esteatita e ardósia).


FICHA RESUMIDA

Vantagens: Alta resistência a riscos e manchas; Durabilidade; Padrões e cores únicos; Eliminação das variações indesejadas entre as chapas de pedra natural; Possibilidade de recomposição.


Desvantagens: Preço; Resistência baixa ao calor.


Tipos, possibilidades de personalização e cores: Infinitos, a depender do fabricante.


Lugares mais indicados para usar: Cozinhas (sempre mantendo o cuidado com relação às panelas quentes); Espaços Gourmets; Banheiros.


Preço: Alto


Execução: Marmorarias.


Dica do arquiteto: Tenha cuidado com tons muito saturados, sobretudo se a bancada for de uso diário, cores fortes podem ser cansativas pois tendem a nos colocar em estado de alerta. Bancadas são elementos fixos e difíceis de serem substituídos. Se ainda assim quiser apostar em uma bancada cheia de personalidade, elabore bem o seu entorno, pense na cor e material dos armários, dos revestimentos, na iluminação e nos itens do dia-a-dia que ficarão constantemente à mostra. Busque um dialogo coerente entre os elementos para tornar o ambiente e agradável.


7. BANCADAS EM QUARTZITO


Bancada de cozinha em quartzito branco
Bancada de cozinha em quartzito branco

Com visual semelhante aos mármores, dureza e resistência superior ao granito e resistência alta a grandes temperaturas, o Quartzito, diferente do Quartzo sintético, é uma pedra natural, abundante no Brasil e muito nobre.


Apesar de ser um produto nacional, natural e abundante em solo brasileiro, seu valor costuma ser superior ao Quartzo sintético e isso acontece devido a sua excessiva dureza e consequente dificuldade no processo de extração. Recentemente, evoluções tecnológicas, tem tornado a extração antes inviável, em um processo, ainda que caro, possível para alguns bolsos. Segundo especialistas, no entanto, a tendência é de diminuição dos preços conforme a evolução dos processos de extração do mineral.


As características do quartzito o tornam uma pedra perfeita para aplicação em bancadas, seja qual for o ambiente e no quesito cores e padrões ele também não deixa a desejar. Bem como o mármore e o granito, as opções são incontáveis, se apresentam de diversas maneiras e em várias combinações.


FICHA RESUMIDA

Vantagens: Altíssima resistência a riscos e manchas; Durabilidade; Sofisticação e exclusividade; Padrões e cores únicos e infinitos;


Desvantagens: Preço alto.


Tipos, possibilidades de personalização e cores: Infinitos.


Lugares mais indicados para usar: Cozinhas; Espaços Gourmets; Banheiros.


Preço: Alto


Execução: Marmorarias.


Dica do arquiteto: Tenha cautela ao escolher o quartzito, alguns padrões apesar de encher os olhos, são muito exóticos e carregados visualmente. Se quiser uma bancada marcante para o seu ambiente opte por um entorno com pouca variação de cores, materiais e texturas. Isso provavelmente valorizará sua bancada em quartzito dando a ela o merecido destaque para que ela se estabeleça como elemento central. Neste caso, uma iluminação dedicada à bancada, além da iluminação geral, também é muito bem vinda e ajudará a realçar a pedra.


8. BANCADAS EM PRIME (MÁRMORE COMPOSTO)


Bancada de banheiro em mármore composto (Branco Prime)
Bancada de banheiro em mármore composto (Branco Prime)

Conhecido por Branco Prime, Crema Prime (versão bege) ou Aglostone, marca que lidera o mercado de mármores compostos, esse material é desenvolvido pela industria através de um processo de vibro-compressão a vácuo entre partículas de mármore (95%) e agentes aglutinantes (5%).


Apesar de ser encontrado em diversas texturas e cores, bem como outras pedras sintéticas, as chapas de mármore composto geralmente são comercializadas em textura lisa, uniforme, na cor branca ou bege (crema) e seu grande diferencial está justamente ai. É o melhor custo benefício em termos de pedra lisa, branca que existe atualmente no mercado [comparada ao Nanoglass, Quartzo sintético ou Corian (resina acrílica)].


Bem como o mármore natural, pedras em mármore composto também são porosas e demandam mais cuidado pois mancham com facilidade. Sua instalação não é recomendada em áreas como cozinhas e espaços gourmets.


FICHA RESUMIDA

Vantagens: Texturas lisas a um custo acessível; Grande variedade de padrões e cores.


Desvantagens: Por ser uma pedra porosa mancha com facilidade.


Tipos, possibilidades de personalização e cores: Infinitas, a depender do fabricante.


Lugares mais indicados para usar: Banheiros; Áreas secas.


Preço: Acessível em comparação a outras pedras sintéticas e ate mesmo com relação ao mármore natural.


Execução: Marmorarias.


Dica do arquiteto: É uma ótima opção para o seu banheiro se ele for claro. O branco liso é um coringa para quem não quer arriscar. Uma bancada branca abre um grande universo de opções: você pode mirar no minimalismo ou usar a bancada como elemento neutro, o que lhe permite ousar em outros elementos como revestimentos de parede, metais ou na marcenaria. Invista no desenho da bancada para mais sofisticação.


9. BANCADAS EM NANOGLASS



Bancadas de cozinha em nanoglass
Bancadas de cozinha em nanoglass

O Nanoglass é outra pedra sintética queridinha pelo visual branco uniforme. Diferente das outras opções sintéticas (Mármore composto, Resina Acrílica e Quartzo), o Nanoglass é exclusivamente branco, composto por resina e pó de vidro. Seu visual é homogêneo, brilhante e sua resistência supera mármores e granitos. Além disso, diferente do mármore composto (Branco Prime), o material pode ser aplicado em áreas como cozinha e áreas gourmet devido a sua baixa porosidade.


No entanto, como todos os outros materiais, o Nanoglass também tem seu ponto fraco. Além de ter um custo relativamente alto, equivalente aos quartzos sintéticos, por ter vidro em sua composição, a pedra demanda cuidados com relação a choque térmicos, ocasionados principalmente por utensílios quentes como panelas que podem acabar trincando a sua superfície.


FICHA RESUMIDA

Vantagens: Resistência; Baixa porosidade; Textura lisa, uniforme e brilhante.


Desvantagens: Preço elevado; Disponível apenas na cor branca; Variações bruscas de temperatura podem trincar a sua superfície.


Tipos, possibilidades de personalização e cores: Branca, lisa, homogênea e brilhante. Não há possibilidade de personalização.


Lugares mais indicados para usar: Cozinhas; Áreas Gourmets; Banheiros.


Preço: Alto. Equivalente a alguns quartzos sintéticos.


Execução: Marmorarias.


Dica do arquiteto: Se estiver procurando uma bancada branca para a cozinha o nanoglass é uma ótima opção. Antes de decidir pela pedra, veja também as opções brancas de quartzo sintético pois o valor é semelhante. Se a bancada for para um banheiro ou área seca considere o Branco Prime, demanda mais cuidados mas pode ser uma boa alternativa caso você precise economizar.





0 comentário

Коментари


bottom of page